ALTA CONTENEÇÃO: O NOSSO DESAFIO DIÁRIO

ALTA CONTENEÇÃO: O NOSSO DESAFIO DIÁRIO

Desde a sua constituição, a nossa empresa se colocou – entre outros – o objetivo de promover o aumento dos níveis de saúde e de segurança do operador e de garantir a qualidade do produto.
Por esta razão a SteriValves foi uma das primeiras empresas que desenvolveu a válvula de alta contenção Splitvalve (Sterisplit).

Durante esses anos, a nossa empresa continuou investindo em pesquisa para oferecer, às indústrias farmacêutica e química, uma válvula que pudesse transferir produtos de alta atividade farmacológica com níveis de segurança sempre maiores.
O nosso departamento de pesquisa e desenvolvimento trabalha constantemente para atingir o mais alto nível de “exposição aceitável”: Occupational Exposure Limit (OEL). Em 2008, a sociedade VEGA (uma empresa de consultoria independente localizada no nordeste da Inglaterra) certificou, para a nossa válvula SteriSplit DN 100 mm, um nível máximo de contenção de 0,37 µg/m3.
Isto confirmou que estávamos prosseguindo na direção certa e, desde então, nosso compromisso não parou de crescer.

Entendemos que não há soluções universais; cada instalação tem sua própria resposta e cada planta suas características.
Os produtos e os processos nunca são completamente idênticos, embora que o medicamento final possa ser o mesmo. Por essa razão, não é correto falar de uma “única” válvula Split.
Diretrizes e linhas guias são essenciais, mas não são suficientes, por isso, compartilhamos nossa experiência com os clientes a fim de fornecer a válvula de alta contenção adequada ao processo específico dele.

No dia 25 de junho 2014 participamos em Milão ao simpósio ISPE:Containment in the manufacture of highly potent APIs and Dosage Forms”.
Foi uma ótima oportunidade para conhecer pessoas que, como nós, consideram a pesquisa sobre a contenção uma oportunidade para melhorar as condições de saúde e de segurança dos trabalhadores e para garantir um excelente nível de qualidade dos produtos farmacêuticos e químicos destinados a todos os pacientes.