ALTA CONTENEÇÃO:STERISPLIT

ALTA CONTENEÇÃO:STERISPLIT

Na indústria química e farmacêutica a transferência do produto da máquina α para a máquina ß é uma operação particularmente delicada.
A utilização de válvulas borboleta tradicionais é possível só se o produto for inócuo ou se a toxicidade dele for muito baixa.
Se o produto a transferir tiver uma toxicidade média, as possibilidades de que o operador seja contaminado serão maiores e será indispensável a utilização de medidas de segurança adequadas.
Ainda mais complicado será no caso de produtos altamente tóxicos que podem comprometer a saúde do operador e contaminar o ambiente ao redor.
A resposta da SteriValves ao problema da contaminação cruzada é a SteriSplit, um sistema ideal para cada processo no qual seja necessário preservar a saúde do operador e a qualidade do produto, sejam eles, princípios ativos, hormônios, produtos tóxicos ou injetáveis.
A válvula ativa, assim chamada porque os seus componentes comandam todo o sistema, apresentam quatro furos escareados necessários para a centragem com a válvula passiva.
A válvula passiva tem quatro pinos, cujo design permite um aperto completo das duas válvulas através de um anel baioneta.
Ambas as válvulas (ativa e passiva) têm um disco borboleta e uma gaxeta própria em elastômeros conforme à diretriz FDA CFR 177.2600 que junto à precisão mecânica das peças e ao design garantem o nível de contenção do  sistema.
A SteriSplit é realizada de acordo com as diretrizes cGMP e EHEDG, ATEX. Além disso, é fácil para limpar e adequada para o CIP (Cleaning In Place). A Documentação técnica é completa e composta da declaração de conformidade FDA e dos certificados dos metais de acordo com a diretriz EN 10204 3.1.

Diâmetros disponíveis: 50, 100 ,150, 200
 
Visite nosso canal YouTube onde poderá encontrar um vídeo da válvula.